Boleto falso: como saber se o boleto é falso?

14/07/2022
9 min de leitura
Equipe Dindim
14/07/2022
9 min de leitura

Confira os tipos de golpe, como identificar a fraude, o que fazer para denunciar e como se prevenir.

Boleto falso é um golpe bastante comum e que pode gerar um grande prejuízo para as vítimas. Mas, felizmente, existem formas de reconhecer a fraude, evitá-la e solucioná-la. 

Para ajudar você a compreender mais sobre isso e se defender, preparamos este miniguia. Acompanhe e compartilhe com seus amigos e familiares!

O que é boleto falso

Boleto falso é um golpe em que um boleto bancário simula uma conta de verdade e é enviado para a vítima. Quando o boleto é pago, o dinheiro vai para os criminosos que falsificaram o documento.

Em outras palavras, é prejuízo: a pessoa que faz o pagamento do boleto acredita que está pagando um débito, quando na verdade está pagando um boleto emitido por golpistas que receberão os valores.

Como é o golpe do boleto falso

O golpe do boleto falso pode acontecer de formas diferentes e todas elas têm o mesmo objetivo: que a vítima faça o pagamento para que o dinheiro caia na conta dos golpistas.

De um modo geral, os criminosos envolvidos nesse tipo de fraude coletam dados sobre contas a pagar de suas vítimas. Afinal, ao cobrar por débitos que realmente existem, fica muito mais fácil induzir as pessoas a caírem na armadilha. No entanto, essa não é a única maneira de aplicar o golpe. 

Confira as principais, abaixo. 

Mensagem de erro, segunda via ou boleto em aberto

Muitas vezes, o golpe do boleto falso acontece por meio de um e-mail com a mensagem de que o pagamento de uma conta deu errado e é necessário refazer com uma segunda via.

Ainda, a mensagem pode ser um alerta para boletos que estão em aberto.

Nessas duas situações, a suposta segunda via do boleto ou o boleto em aberto é enviado em anexo. O documento costuma ser bem parecido com o verdadeiro, aquele da loja em que o cliente tem de fato uma conta para pagar. 

Descontos para quitar dívidas antigas

Outro tipo de golpe do boleto falso acontece quando o cliente recebe uma mensagem de oportunidade de quitação de dívidas antigas com descontos enormes.

Por exemplo: o consumidor tem uma dívida de R$1000 numa loja e recebe a oferta de quitar essa conta em aberto com 80% de desconto. Em anexo, o boleto de R$200 que quitaria a pendência.

Ao efetuar o pagamento, o dinheiro vai para os criminosos e a dívida continua. 

Vírus que modifica boletos reais

Uma forma muito perigosa de cair no golpe do boleto falso é por meio de vírus instalados no computador.

Ao baixar um boleto real recebido por email, por exemplo, os vírus específicos para esse tipo de fraude alteram o código de barras no momento em que a vítima envia o documento para a impressão.

Quando o cliente paga pelo boleto alterado, estará transferindo o valor para a conta de criminosos. 

Vendas de produtos falsos

Por fim, um dos principais golpes do boleto é a venda de produtos falsos pela internet.

Diferente dos golpes anteriores, em que os criminosos se aproveitam de contas que já existem para enganar a vítima, aqui há uma simulação de venda.

Com sites clonados, sites próprios ou pelas redes sociais, os golpistas fingem vender eletrônicos e eletrodomésticos – geralmente, com descontos atrativos.

O boleto é pago pelo cliente, que nunca receberá sua compra.

Como saber se o boleto é falso

Para saber se um boleto é falso, vale prestar atenção em alguns detalhes cruciais. 

Compare logotipo e número do banco

Em um boleto falso, o logotipo que aparece do lado esquerdo pode não pertencer ao banco emissor do documento. 

Para conferir, verifique os três primeiros algarismos da linha digitável – que é aquela sequência de vários números.

Esses três primeiros dígitos tratam-se do código do banco, e cada instituição tem o seu. Assim, se o código for de um banco e o logotipo for de outro, você já sabe que algo está errado. 

Confira informações do beneficiário

Verifique se a informação do campo beneficiário é idêntica à informação de boletos verdadeiros que você já pagou anteriormente para esse mesmo destinatário.

Se algo está diferente, pode ser um boleto falso. Antes de pagar entre em contato com o estabelecimento. 

Vale lembrar que para fazer esse contato, é importante escolher um número ou plataforma oficial. Não contate pelos canais disponíveis na mensagem por onde você recebeu o boleto suspeito. 

Veja a integridade do código de barras e formatação

Se o código de barras apresenta falhas, espaços a mais ou outras anormalidades, você pode estar diante de um boleto falso.

Além disso, os boletos de golpe geralmente têm alguns erros ortográficos e de formatação. Vale ficar atento. 

Analise a forma que você recebeu o boleto

Desconfie se o boleto pertence a uma das categorias que descrevemos mais acima.

Resumidamente, fique atento caso o boleto seja uma segunda via que não foi solicitada, ou veio como alerta de conta em aberto, erro ou descontos de dívidas antigas.

No canal da Patricia Lages tem dicas bem legais de como identificar um boleto falso. Vale a pena assistir pra complementar sua leitura.

Paguei um boleto falso: o que fazer?

Se você pagou um boleto falso, pode tomar algumas providências para tentar evitar que o dinheiro vá de fato para a conta dos criminosos e você fique no prejuízo. Veja o passo a passo recomendado nesse tipo de situação. 

Passo 01: comunique o banco onde você fez o pagamento

Em algumas situações, o boleto demora algumas horas para ser compensado. Assim, pode dar tempo do gerente da sua conta cancelar a operação. 

Passo 02: comunique o banco que recebeu o pagamento

Como você sabe, o boleto está atrelado a uma conta bancária. Por isso, você deve imediatamente comunicar ao banco emissor do boleto sobre a fraude. Assim, a instituição tomará as providências necessárias.

Vale lembrar que para conferir o banco emissor do boleto, é preciso verificar os três primeiros dígitos da linha digitável.

Esses três primeiros números correspondem ao código do banco, que pode ser consultado na lista de códigos bancários do Banco Central

Passo 03: faça um boletim de ocorrência

É muito importante que você registre oficialmente a fraude na Polícia. Assim, você tem um documento de que o golpe realmente existiu e tem como exigir seu dinheiro de volta na Justiça, caso a solução não seja resolvida de maneira amigável e ágil pelo banco.

Quem é responsável por um boleto falso?

O responsável por um boleto falso é o banco ou loja emissora do boleto, de acordo com a maioria dos especialistas jurídicos em Direito do Consumidor.

Em outras palavras, o estabelecimento por onde o boleto foi emitido tem que resolver a situação para a pessoa que foi lesada.

Isso acontece porque de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, as instituições bancárias e financeiras são responsáveis por sistemas de segurança eficientes que evitem esse tipo de fraude.

De um modo geral, juristas entendem que se um boleto falso foi enviado à vítima, é porque os sistemas de segurança da instituição não foram eficientes o suficiente para detectar a ação fraudulenta do criminoso.

Quer saber como organizar seu dinheiro e começar a poupar? Assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo.

Como denunciar um boleto falso

Para denunciar um boleto falso, você pode entrar em contato com o banco destinatário caso ainda não tenha feito o pagamento.

Se você pagou, é importante seguir os passos descritos mais acima, neste artigo. Primeiro converse com o banco usado para efetuar o pagamento, depois com o banco emissor e na sequência registre um boletim de ocorrência.

Como se proteger de boletos falsos

Além de prestar atenção nas informações do boleto antes de pagá-lo, você pode adotar outras medidas de segurança para se proteger de boletos falsos. Confira abaixo. 

Não pague boletos de segunda via não solicitados

As empresas não costumam mandar segunda via de boleto aos clientes sem que eles tenham solicitado um novo documento. Se receber um boleto com essa justificativa, a dica é não pagar e entrar em contato (por plataformas oficiais) com o estabelecimento.

Não imprima boletos e peça arquivos em PDF

Se você vai pagar boletos enviados para você por mensagem online, a recomendação é solicitar ao estabelecimento que o documento seja enviado em formato PDF.

Arquivos em PDF são muito mais difíceis de serem alterados.

Outra medida de segurança é não imprimir o boleto – os vírus que alteram as informações de pagamento agem quando o arquivo é enviado para impressão.

Uma forma interessante de efetuar pagamentos seguros é por meio de links de pagamento gerados automaticamente pelo fornecedor. Se você fez uma encomenda e quer agilidade e segurança, pode solicitar um link para pagar na hora.

Se você é empresário, pode fornecer links de pagamento para seus clientes se sentirem mais seguros e pagarem na hora com apenas alguns cliques.

Cuide dos seus dispositivos

Para evitar vírus no computador e celular, mantenha seus programas antivírus sempre atualizados e faça varreduras periódicas. Não baixe arquivos enviados por estranhos e nem de sites suspeitos.

Na dúvida, fale com a loja

Se você recebeu um boleto suspeito, entre em contato com o estabelecimento em que você tem conta a pagar – como a operadora de internet ou uma loja onde suas compras foram parceladas.

Gostou de aprender como saber se o boleto é falso? Conta pra gente nos comentários!

O Dindim por dindim é o portal da SumUp feito para ajudar você a melhorar sua vida financeira. Aqui você vai aprender sobre finanças pessoais e empreendedorismo com quem mais entende do assunto. Ainda não conhece a SumUp? Venha saber mais sobre as nossas maquininhas e soluções financeiras.

Ícone de categoria
Ícone de categoria

Gostou? Comenta aqui