O que é Taxa Selic: aprenda como funciona e como ela afeta o seu dinheiro!

16/02/2022
8 min de leitura
Equipe Dindim
16/02/2022
8 min de leitura

Quer saber o que é Taxa Selic? Conheça esta importante taxa e como ela afeta diretamente o bolso dos brasileiros!

Você já ouviu falar sobre Taxa Selic?

Se você já se atentou aos jornais e notícias sobre economia e finanças, com certeza já ouviu falar sobre ela!

A Taxa Selic faz parte do dia a dia de todos nós e impacta diretamente na economia, nas finanças e nos investimentos. 

E para te apresentar melhor este termo, entendendo como ele funciona e como afeta seu bolso, preparamos este conteúdo especial! Confira! 

O que é Taxa Selic

A Taxa Selic nada mais é do que a taxa básica relacionada a todos os juros das operações financeiras do país, como: 

  • Compras parceladas no cartão de crédito
  • Financiamentos e empréstimos bancários
  • Investimentos e poupança

Ou seja, ela é a referência para o cálculo destas operações. 

Quanto maior a Taxa Selic mais cara as operações de crédito, assim como, quanto menor o valor da taxa, mais barato será cobrado dos consumidores para fazerem as mesmas operações. 

E afinal de contas, o que significa esta sigla?

O que significa Selic

Selic significa Sistema Especial de Liquidação e da Custódia, programa virtual administrado pelo Banco Central (BC), e criado junto a Associação Nacional das Instituições do Mercado Aberto (Andima) há 43 anos. 

Neste programa são registrados e negociados os títulos públicos federais pelos bancos e instituições financeiras. 

É importante destacar que existem dois tipos de Selic: 

Selic Over: menos comentada e relacionada a média diária destas operações, que movimentam cerca de 100 milhões de reais todos os dias.

Selic Meta: a mais conhecida e relacionada ao limite de juros que os bancos devem cobrar. 

Não deixe de complementar sua leitura assistindo o vídeo do Tiago com mais informações sobre o que é a taxa Selic.

Como funciona a Taxa Selic

A partir da definição destes dois tipos de Taxas Selic podemos entender melhor como ela funciona:

Diariamente, instituições financeiras de grande porte fazem grandes operações, como por exemplo, empréstimos de outros bancos. 

E esses empréstimos devem ser retornados em um curto espaço de tempo, em torno de 24 horas. 

Para garantir que será realizado o pagamento no prazo, a instituição devedora oferece títulos públicos (espécie de documento que comprova que emprestou dinheiro ao governo) à outra instituição.

Estes títulos pertencem ao Tesouro Nacional e são uma forma do governo arrecadar dinheiro para pagar dívidas e investir no país. Esta operação de compra e venda de títulos públicos é realizada no próprio sistema virtual (Selic). 

A taxa de juros deste empréstimo entre as instituições é a Selic Over.

Já a Selic Meta – a que devemos ter na ponta da língua – é a que define as outras taxas que impactam no nosso dia a dia, a partir do volume de recursos em circulação, por exemplo. 

Quem decide o valor da Taxa Selic

Diante de tantos cálculos e informações, você sabe quem define o valor da taxa básica? 

É o Copom.

Sigla para o Comitê de Política Monetária do Banco Central. 

O Copom é formado pelo presidente do Banco Central, alguns de seus diretores e agentes de departamentos chave para a economia do Brasil. 

São eles que definem a chamada Taxa Básica de Juros, a cada 45 dias, analisando o cenário da economia, calculando riscos e oportunidades. 

Ser seu próprio chefe é um desafio enorme, né? Por isso, preparamos uma newsletter exclusiva pra você. Assine agora mesmo!

Qual é a Taxa Selic hoje?

Hoje, a Taxa Básica de Juros é de 10,75% ao ano.

Valor que foi definido em reunião no dia 02/02/22. 

Isto corresponde a uma alta comparada às últimas divulgações. 

Você pode consultar as taxas de anos anteriores no site da Receita Federal. 

Para entender melhor como ela é calculada, seu funcionamento e importância, confira a seguir!

Como a Taxa Selic é calculada

Existem alguns fatores básicos que o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) leva em conta para calcular a Taxa Selic, como:

  • Renda da população
  • Pressões inflacionárias
  • Taxa de desemprego
  • Perfil dos títulos públicos

Além disso, são analisadas as perspectivas da economia nacional e global e o comportamento dos mercados. 

Com estas informações e calculando riscos futuros é assim, definida a Selic Meta. 

Já a taxa de juros relacionada às operações das instituições financeiras com títulos públicos, o cálculo é feito a partir do vencimento e do risco da operação.

Quanto maior o prazo e o risco, maior a Taxa Selic Over. 

Interessante, não é mesmo? Muitas questões são levadas em conta para o cálculo da Taxa Selic.

Veja mais sobre a importância dela!

Por que a Taxa Selic é importante

A economia não é algo que funciona de maneira estável. 

Existem muitas questões em jogo para serem analisadas e que impactam diretamente no consumo da população e nas operações financeiras. 

A Taxa Selic é uma excelente ferramenta para o controle dos recursos em circulação no mercado nacional, indicando como a economia está, até mesmo para que os investidores de outro país enxerguem potencial no país. 

Para o mercado financeiro ela também funciona para avaliar os investimentos mais vantajosos. 

Entenda mais como a Taxa Selic afeta o dia a dia da população!

Como a Taxa Selic afeta seu dinheiro

Podemos perceber a Taxa Selic em nossas rotinas principalmente nas seguintes situações:

  • Aumento, estabilidade ou diminuição geral dos preços devido a inflação
  • Crédito mais ou menos acessível, com taxas de juros baixas e altas, respectivamente
  • Parcelamento e cheque especial também são afetados – mais altos ou baixos conforme a variação da Taxa Selic

Ou seja, a sua compra no mercado, o parcelamento de uma dívida de cartão de crédito e até o financiamento de um automóvel são impactados diretamente. 

Assim, a Taxa Selic funciona como uma balança da circulação de dinheiro do país. 

Outros itens diretamente afetados pela pelas variações da Selic são os investimentos.

Veja mais sobre isso: 

Quais investimentos são afetados pela Selic

Os investimentos afetados pela variação da Selic, são:

Tesouro Direto

Títulos públicos que possuem a rentabilidade listada na Taxa Selic. Ou seja, o quanto os investidores irão receber depende diretamente da Selic. 

Renda Fixa

Também tem sua rentabilidade impactada pela variação da Taxa Selic, no índice conhecido como CDI. 

Poupança

Já a poupança, preferência de muitos brasileiros pela segurança e liquidez (facilidade de retirar o dinheiro quando quiser), também tem a rentabilidade afetada pela Taxa Selic, mas funciona de uma forma específica conforme o valor da taxa básica, veja como:

Taxa Selic igual ou abaixo à 8,5%: a conta que deve ser feita para calcular a rentabilidade do investimento é 70% da Selic mais a taxa referencial (TR). Selic acima de 8,5% a rentabilidade é de 0,5% + taxa referencial.  

📌 Viu só quanta coisa é impactada por esta taxa? Saber sobre os principais tópicos da economia ajuda não só na nossa educação financeira, mas também no nosso consumo e busca por melhores condições de vida. 

Gostou de aprender mais sobre o que é a Taxa Selic e porque ela é importante? Conta pra gente nos comentários!

O Dindim por dindim é o portal da SumUp feito para ajudar você a melhorar sua vida financeira. Aqui você vai aprender sobre finanças pessoais e empreendedorismo com quem mais entende do assunto. Ainda não conhece a SumUp? Venha saber mais sobre as nossas maquininhas e soluções financeiras.

Ícone de categoria
Ícone de categoria

Gostou? Comenta aqui