Como negociar aluguel: dicas práticas pra você!

12/11/2021
8 min de leitura
Equipe Dindim
12/11/2021
8 min de leitura

Quer saber como negociar aluguel? Conheça alguns itens fundamentais para conseguir um bom valor de aluguel e não passar sufoco!

O aumento dos preços de itens essenciais como mercado e gasolina tem tirado o sono de muita gente.

Com o valor dos aluguéis não é diferente.

Negociar com os proprietários é uma boa alternativa para conseguir um bom negócio. E estar preparado é fundamental. 

Para isso, confira neste conteúdo especial algumas dicas práticas para que você consiga morar com qualidade sem passar sufoco!

Como negociar aluguel

Morar de aluguel é a realidade de muitos brasileiros, inclusive dos que moram sozinho com pouco dinheiro.

Para termos uma noção, no Brasil os imóveis alugados representam 18,3% das moradias do país, o que equivale a 13,3 milhões, segundo o Instituto Brasileito de Geografia e Estatística (IBGE). 

Muita gente, não é mesmo?

Se esse é o seu caso, entenda três questões fundamentais para conseguir negociar um bom valor de aluguel!

1. Conheça o imóvel

Você pesquisou casas e apartamentos e finalmente encontrou a moradia ideal que atenda suas necessidades e de sua família. 

Neste momento o primeiro passo é saber ao certo quanto ele vale de fato. 

Para fazer isso você deve:

  • Avaliar imóveis parecidos na região que você procura.

Neste item você deve pesquisar pelo menos três casas ou apartamentos que tenham o tamanho do imóvel que você escolheu,além de apresentarem dependências, como quartos e banheiros, próximas ao escolhido.

Assim, você tem em mãos uma pesquisa real de preços e consegue comparar moradias da mesma região e que sejam parecidas para ver se o valor cobrado está na média do local.

2. Histórico de pagador 

Você costuma pagar suas contas em dia?

Possui dívidas que possam comprometer sua renda?

Essas são perguntas que você deve responder antes de alugar ou financiar um imóvel. 

Antes de mais nada é essencial entender como sair do vermelho. Feito isso, você consegue um equilíbrio maior na hora de pagar as contas e contar com uma boa saúde financeira. 

Esse fator, além de te dar segurança na hora de fechar negócio, ajuda o proprietário, e até mesmo a imobiliária, a ter uma imagem positiva sobre você. 

Com um bom histórico de pagador é mais fácil conseguir negociar o aluguel.

3. Contrato 

Na hora de fechar negócio é essencial a presença de um contrato claro e transparente que dê segurança tanto para o proprietário quanto para o inquilino. 

Informações como: prazos, multas e taxas, além de datas de possíveis reajustes são fundamentais para uma boa relação. 

Além disso, é essencial conter no contrato os direitos e deveres de cada um para que não existam dores de cabeça no futuro. 

Agora que você conheceu esses itens básicos, fundamentais para negociar aluguel no início da relação com proprietário e imobiliária, entenda as questões após feito o negócio, como descontos, negociação de atrasos e reajustes!

Como pedir desconto no aluguel

Nem sempre mantemos o mesmo padrão financeiro e conseguimos arcar com todas as contas. 

Perda de emprego e renda é um dos principais motivos para o pedido de desconto no aluguel. 

Para pedir desconto no aluguel algumas dicas são:

Converse direto com o dono da casa ou apartamento

Em um bate-papo honesto fale sobre sua situação, entendendo o lado do dono do imóvel que também conta com aquele valor para complementar sua renda, e busque uma melhor forma de negociar o valor. 

Peça ajuda à imobiliária

A imobiliária pode te ajudar a negociar o valor do aluguel.  

Peça uma revisão especializada do valor do imóvel e procure ter uma relação tranquila com o proprietário – para que ele entenda o motivo do seu pedido e a boa vontade em solucionar a questão sem prejuízo de nenhuma parte. 

Busque melhorias no imóvel

Muitas vezes as casas e apartamentos precisam de melhorias como pintura e pequenos reparos. 

Neste momento de pedir desconto no aluguel é essencial você prestar atenção nos detalhes que pode sugerir ao proprietário para que você fique responsável e assim conseguir diminuir o valor. 

Com estas três dicas você tem grandes chances de conseguir desconto. 

Como negociar reajuste do aluguel

Você sabia que uma vez por ano é permitido, por lei, o reajuste do aluguel?

Isso mesmo! A Lei do Inquilinato garante que o proprietário do imóvel aumente o valor do aluguel a partir de alguns fatores, sendo os mais comuns:

  • Inflação: corresponde ao aumento geral dos preços de bens e serviços. 
  • IGP-M (Índice Geral de Preços Mercado): é a taxa que mede a variação dos preços. 

Independente de qual fator adotado para aumentar o valor do aluguel, ele só pode ser cobrado uma vez ao ano, normalmente na data de aniversário do contrato.

Caso você veja que não consegue pagar o novo valor do aluguel, negocie com algumas dicas práticas! São elas: 

1. Pesquise

É fundamental ter bons argumentos para quando for negociar o aluguel no momento do reajuste. 

Pesquise imóveis similares e que tenham um valor abaixo do que será cobrado pelo proprietário.

Mostrando que existem outras opções sem locatários e que para ele pode ser mais vantajoso manter o valor antigo e contar com o seu pagamento. 

2. Se valorize

Você paga aluguel e condomínio em dia?

Cuida do imóvel como se fosse seu?

Estas podem ser alguns argumentos que pode utilizar para negociar o valor do aluguel.

Muitos proprietários sofrem com inquilinos inadimplentes e muitas vezes problemáticos.

Se você possui um bom histórico, use dele para conseguir um valor melhor. 

3. Encontre um valor bom para as duas partes

E se mesmo após pesquisar imóveis similares e mostrar as vantagens de ser um bom pagador, o dono do imóvel quer aumentar o valor, o que fazer?

Nessa hora o ideal é buscar uma solução boa para ambos.

Um meio termo entre o valor integral do reajuste e o valor atual pode ser uma boa alternativa.

Mas e se mesmo assim não conseguir pagar e atrasar o aluguel? Como negociar?

Veja abaixo algumas dicas de negociação em casos de atraso de pagamento.

Organize suas finanças com a nossa planilha de gastos pessoal

Como negociar aluguel atrasado

Atrasar contas não é o ideal. 

Contar com a organização de um orçamento familiar é fundamental para conseguir planejar os gastos da família e não ficar com dívidas.

Porém, se isso tiver acontecido, saiba como resolver sem grandes prejuízos na relação com o dono do imóvel!

Se organize

A primeira dica prática para negociar aluguel atrasado é colocar as despesas na ponta do lápis.

Veja o quanto deve, avalie as taxas e multas referentes ao atraso e entenda como pode propor ao dono do imóvel um acordo. 

Encontre formas alternativas de realizar o pagamento

Em uma conversa aberta com o proprietário sugira formas de pagar o valor do aluguel, sem ser em um só pagamento, por exemplo. 

Se você consegue pagar 50% da dívida, tente ver se ele aceita que você pague o restante do valor nos meses seguintes, na forma de parcelas fixas, por exemplo.

Leve em consideração que cada parcela será cobrada junto ao aluguel do mês atual. 

Seja transparente

Fale sobre sua situação.

Embora muitas vezes seja difícil,  situações de desemprego ou redução de ganhos, são comuns. 

Mostre ao proprietário que a situação é pontual e que está em busca de resolver o que deve. 

Se durante todo o tempo que alugou o imóvel uma boa relação foi construída, logo irão resolver o atraso de pagamento. 

O bom relacionamento entre proprietário do imóvel e inquilino, além da construção de um bom histórico de pagador é a solução para negociar desde valores iniciais de aluguel, reajustes e até mesmo dívidas.

Procure investir nestas duas questões e more com tranquilidade e segurança.

Vídeo: 7 dicas práticas para negociar o aluguel

O canal Finanças Femininas fez um vídeo muito legal com as principais dicas pra quem precisa negociar o aluguel. Vale a pena assistir pra complementar a leitura!

Gostou das nossas dicas de como negociar aluguel? Conta pra gente nos comentários!

Ícone de categoria
Ícone de categoria

Gostou? Comenta aqui